segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Cantos do Sul da Terra é o novo disco do cantor e compositor Demétrio Xavier !

O álbum Cantos do Sul da Terra celebra a música popular e folclórica do cone sul da América. No repertório do disco, estão composições próprias e obras do cancioneiro de inspiração folclórica do Brasil, Uruguai, Argentina e Chile.
Entre as 14 faixas, estão textos e composições de Atahualpa Yupanqui, Victor Jara, Daniel Viglietti, Mario Benedetti, Violeta Parra, além de obras autorais de Demétrio, em arranjos próprios e em parceria com Marco Aurélio Vasconcellos.
“Benedetti sabe e nós também que a consigna ‘o Sul também existe’ significa que o Sul existe acima de tudo; quase ou às vezes significará, mesmo, que só o Sul existe, abarcando todas as coisas, querência sem medida, polo sem antípoda, magneto único do Cosmos de Torres García”, afirma Demétrio Xavier no texto de apresentação do álbum.
A escolha do título é uma homenagem ao programa criado e conduzido por Demétrio entre 2011 e 2018 na rádio FM Cultura de Porto Alegre (RS). Não apenas o nome faz essa referência: as canções são costuradas com trechos de poesia e a atmosfera do programa é, em alguma medida, recriada no álbum.
O projeto conta com as participações dos artistas gaúchos Marco Aurélio Vasconcellos, Daniel Wolff e Marcelo Delacroix e dos hispano-americanos Raúl Noriega, Laura Peralta e Golondrina Ruiz, da Argentina, e María Elena Mello, do Uruguai. A produção musical do álbum é de flautista e arranjador Pedrinho Figueiredo.
O álbum Cantos do Sul da Terra tem financiamento do Fumproarte (Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural) e foi gravado em Porto Alegre entre 2016 e 2018, com a produção executiva de Márcio Gobatto e coordenação da Imagina Conteúdo Criativo.

Lançamento:
O show do lançamento acontece no Theatro São Pedro, na quarta-feira, dia 26/09, a partir das 21hs. Estão confirmadas as presenças de todos os artistas participantes do álbum, vindos da Argentina, Uruguai e Rio Grande do Sul. O Theatro fica na Praça Mal. Deodoro, s/n. Ingressos na bilheteria do teatro a partir de 6 de setembro.

Onde encontrar o CD?Em Porto Alegre, na loja Seleção Natural (Venâncio Aires, 531 - F. 3026-7070) e na Livraria Bamboletras (Centro Comercial Nova Olaria - Rua Gal Lima e Silva, 776 - Loja 3) - F. 3221.8764. Ou pelo email: cantosdosuldaterra@gmail.com


Facebook: 
Projeto Cantos do Sul da Terra 
https://tinyurl.com/y9jzux5q

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Musicatessen desta semana traz o primeiro disco de Caetano Veloso, lançado em 1968

Tem novidade no Musicatessen desta semana!

O repórter Eduardo Osório fala sobre o primeiro disco solo de Caetano Velosolançado em janeiro de 1968, responsável pela deflagração do movimento tropicalista. Acompanhe um pouco da importância desse álbum no episódio desta semana do Musicatessen, que comemora os 76 anos completados pelo artista em 07/08.

Confere aqui:
https://www.youtube.com/watch?v=Pfxr6B5q6DM&feature=youtu.be



terça-feira, 12 de junho de 2018

NINO Lança o single Navegar Nesse Mistério quinta no Teatro de Arena

Após versar sobre a sociedade contemporânea no EP Visual Anos 10, o cantor e compositor Nino inicia o projeto do seu primeiro álbum, com o lançamento do single Navegar Nesse Mistério, pelo selo Marquise 51 no final do mês de abril. A canção, já está em todas as plataformas virtuais de música e conta com a produção de Protásio Júnior e chega acompanhada de vídeo durante a gravação da música nos estúdios Soma e Canhoto. 

Com o novo trabalho espalhado pelo mundo virtual, Nino e sua banda, a Coluna Prestes, se preparam para os próximos destinos desta rota: o show de lançamento de Navegar Nesse Mistério dia 14 de Junho no Teatro de Arena, além da produção do disco que vem por aí! 

O single é uma mensagem de esperança, que tanto trata de questões íntimas quanto da crise que o país atravessa. Afinal mesmo com tanta tormenta, levamos uma certeza que nos ajuda a prosseguir, navegar nesse mistério é lindo demais, como diz a canção. Calcada no ritmo do chamamé, mas com ecos do country, a composição bebe da música de nomes como Almir Sater e Renato Teixeira. 


Felipe 'Nino' Prestes: cantor e compositor. Em 2017, lançou o EP “Anos 10”, seu primeiro trabalho em carreira solo, que foi apresentado em festivais como o Morrostock, e em espaços prestigiados da capital, como o Espaço Cultural 512. Há dez anos é também vocalista e compositor do Grupo Musical Lá Fora com o qual lançou dois EPs, e se apresentou em espaços como o Opinião, Casa de Cultura Mário Quintana, Centro Municipal de Cultura, e também no interior do Estado. Como jornalista, graduado em 2009 pela UFRGS, atuou durante três anos na área cultural, como repórter da FM Cultura.

Ouça aqui o single Navegar Nesse Mistério: https://www.youtube.com/watch?v=OX8cquOHT90

S E R V I Ç O 
NINO | Show de Lançamento Navegar Nesse Mistério
Data: 14 de Junho às 19h
Local: Teatro de Arena | Av. Borges de Medeiros, 835
Ingressos: http://bit.ly/LancamentoNavegarNesseMisterio
Realização: Marquise 51

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Focada na produção literária negra, a FIGURA DE LINGUAGEM é a mais nova editora independente de PORTO ALEGRE.


Acontece neste sábado, dia 09/06, o lançamento da FIGURA DE LINGUAGEM. Com foco na produção literária negra, a editora vai apresentar seus dois primeiros livros ao público. 

A sessão de autógrafos dos livros Dessa Cor, de Fernanda Bastos, & Pequeno Espólio do Mal, de Luiz Maurício Azevedo, acontece às SEIS E MEIA DA TARDE, na ALDEIA, que fica na RUA SANTANA, 252, aqui em Porto Alegre. 

Mais informações no site ou na página do facebook da editora:


quarta-feira, 6 de junho de 2018

Nenung lança financiamento coletivo para produzir o livro + CD "Incendeia tua aldeia"!

Luis Nenung está com um financiamento coletivo para produzir seu novo trabalho, através da plataforma do Catarse. Confira o texto que ele escreveu sobre o projeto (www.catarse.me/incendeiatuaaldeia)
"É 2018, o mundo antigo em plena decadência e nossas órbitas vivas pedindo demais por mais arte livre, amor coragem, inspiração pra encontrar energia e reinventar, pra contrapor o retrocesso e nos permitir respirar. Pra não perder a alegria de vista.

Reuni 50 faíscas poéticas e achei uma boa medida. 
Reflexões e toques percebendo esse tempo/espaço, visões líricas, umas brincadeiras lúdicas, umas provocações criativas. Chamei de versos libertários. Achei que seria lindo compor com imagens. Falei com a Lilian que abraçou forte a ideia e passou a faísca pra outras 4 mulheres com trabalhos igualmente ousados, delicados e consistentes. Todas toparam com uma decisão e disposição inacreditável. O resultado só vendo pra crer de tão rico e bonito.
Tinha tbm um disco novo rodando na cabeça mas andava lento. Foi a poesia pegar fogo e as músicas -contaminadas pelas faíscas- criaram força e forma. Incendiaram. 14 canções simples, reflexivas, confessionais, inquietas, falando de amor e liberdade, tbm de violência doméstica e homofobia, formas de resistência à tirania, inspiração pra atualizar nossas utopias na prática.
Afinal tudo se encaixou tão loucamente que virou um projeto só. Um livro de poesias ilustradas com música encartada, tudo feito em tribo, muitas vertentes de arte conversando, sentindo e dançando juntas. 

O LIVRO
O livro é uma colagem colorida de consciências e sensibilidades sintonizadas. Lilian MausChana de MouraMarilia BianchiniAdauany Zimovski Louise Kanefukucom Leo Lage tratando do design, da colagem entre letra forma e poesia imagem. Todas poesias são picotadas pra serem destacadas. Um livro interativo. 

O DISCO
O disco foi lapidado pela dupla Edo Portugal e Thiago Heinrich com participações preciosas do Maurício Chaise, Rafa Bohrer, Gustavo Telles, da Raquel LeãoVika Mora e o acordeon do vidente André Vicente.
E tomando forma desse jeito o projeto nos deixou claro: é hora de somar, multiplicar, fechar a força com quem a gente sintoniza e confia. Ampliar a onda, a confiança e incentivar a consciência. Ocupar o espaço, declarar o amor e a indignação sem perder a sensibilidade. Fortalecer o movimento a favor do que é vivo e não se acomoda.

Pra mim a plataforma colaborativa é a forma mais bonita e coerente, o desdobramento que mais amplia, inclui e confirma o poder fora do velho eixo dependente, carente, chato, decadente.

Então tá feito o convite: vem com a gente incendiar o espaço com vibração, arte, coragem e alegria. Uma pequena faísca soprada com sinceridade e amor soma tanto quanto um lança chamas.
Bóra incendiar essa aldeia e faiscar amor e clareza. Arte é atitude. "

Nenung


Para apoiar o projeto, clique aqui:

Álbum do Small Faces é o destaque do quarto episódio do Musicatessen

Há 50 anos, o Small Faces lançava seu melhor disco. O conceitual "Ogdens' Nut gone Flake" está entre os grandes discos da psicodelia britânica dos anos 60.
O Musicatessen traz toda semana um vídeo no canal do Youtube falando sobre um disco importante, normalmente, completando 50 anos de lançamento, mas haverá aqueles mais moderninhos e alguns mais antigos também. Vamos falar das histórias, das curiosidades e trazer informações sobre estes álbuns. Digo vamos, porque haverá, em algumas edições, convidados especiais.
Confira o episódio 4 aqui:

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Lançado o clip "Manifestação", em homenagem aos 70 anos da Anistia Internacional

Hoje a Anistia Internacional completa 70 Anos !
Para celebrar a data, mais de 30 músicos participaram da gravação da música "Manifestação".
Entre os intérpretes, Criolo, Pericles, Rael, Rico Dalasam, Paulo Miklos, As Bahias e a Cozinha Mineira, Luedji Luna, Rincon Sapiencia, Siba, Xenia França, Ellen Oleria, BNegao, Filipe Catto, Chico César, Paulinho Moska, Pretinho da Serrinha, Pedro Luis, Marcelino Freire, Ana Canãs, Marcelo Jeneci, Márcia Castro, Russo Passapusso, Larissa Luz, Ludmilla e Chico Buarque, Camila Pitanga, Fernanda Montenegro, Letícia Sabatella e Roberta Estrela D'Alva, Siba Veloso e Marcelo Jeneci.
Na banda de apoio, Benjamin Taubikim - Piano, Roberto Barreto - Guitarra Baiana, Fernadinho beatbox, Siba Veloso - Rabeca, Marcelo Jeneci - Acordeon, Os Capoeira (Mestre Dalua, ContraMestre Leandrinho, Felipe Rosseno e Cauê Silva) - Percussão; Emerson Villani - Violões e Guitarras, Robinho Tavares - Baixo, Niack - DJ, Samuel Fraga - Bateria.
Confira o clip aqui neste endereço:
“Manifestação” vem para lembrar que quando os direitos humanos de uma pessoa é violado, os direitos de todas e todos nós estão em risco. A canção se apropria da linguagem universal da música para fazer vibrar nas mentes e corações mais diversos aquilo que nos torna humanidade: a solidariedade e empatia.
Em 1948, nós nos reinventamos enquanto sociedade global. Saímos das obscuras câmaras de gás para a luz do respeito às nossas diferenças. Chegamos à conclusão de que a barbárie não poderia fazer parte do nosso modus operandi e escrevemos um novo acordo de convivência que valoriza e protege a nossa diversidade - cultural, política, confessional, regional e de pensamento. Escrevemos a Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Mesmo passados 70 anos, ainda precisamos reafirmar esse compromisso com nós mesm@s.


“Manifestação” fala de resistência, corteja as ruas, traz à tona os nossos desejos de justiça e nos convoca a cantar junto que a violência, o racismo e a indiferença jamais serão tolerados.
Você sente indignação diante dos mais de 61 mil homicídios cometidos por ano no Brasil? Levanta sua voz diante do racismo perverso que insiste em subsistir em pleno século 21? É intolerante ao machismo e a LGBTfobia que agride, humilha e mata centenas por ano, apenas por serem quem são? Seu estômago dói pela falta de moradia e alimentos em um país farto e rico em recursos como o Brasil? Essa canção fala com você.
Se você é humano ou humana, esses direitos são seus e para os seus.
Confira o clip aqui neste endereço:


Projeto Lareirau está com uma campanha de financiamento coletivo em andamento

Lareirau - coletivo dos artistas Alex AlanoMarisa RotenbergGelson Oliveira e Giovanni Berti - Perc recebeu o convite para tocar em agosto no International Beatleweek Festival 2018 em Liverpool!! Uma semana inteira de música dos Beatles interpretado por artistas de diversos lugares do mundo! E eles estão com um projeto colaborativo no Catarse para buscar ajuda na compra de passagens aéreas e alimentação! Confira aqui o video promocional do projeto: https://www.youtube.com/watch?v=bYtOVZcgeOE
Lareirau é uma licença poética que traduz um delicioso sarau musical à beira da lareira, que há doze anos diverte hóspedes, visitantes e amigos da Pousada do Engenho, na charmosa cidade serrana de São Francisco de Paula no sul do Brasil, apelidada carinhosamente de São Chico. Lareirau é o coletivo dos cantores e compositores sul-brasileiros ALEX ALANO, MARISA ROTENBERG e GELSON OLIVEIRA, temperado pela picante percussão de GIOVANNI BERTI, que já ultrapassou a marca de mais de 100 apresentações, tanto na serra como em Porto Alegre. Três grandes vozes que atuam tanto em autênticas interpretações solo como também soam bem casadas em generosos vocais, ao som de levadas ritmadas de seus violões e percussão, digno de um coletivo que imprime em sua identidade o balanço e a alegria da música brasileira em seus arranjos.

Para colaborar, entre no endereço abaixo: 

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Kraftwerk no 3° episódio do Musicatessen

Há 40 anos, o Kraftwerk lançava um disco que mudaria os rumos da música pop Ocidental. "The Man-Machine" é considerado o precursor do synthpop e influenciou várias bandas e artistas.


Esse é o álbum que você pode conferir no 3° episódio do Musicatessen, produzido pelo repórter Eduardo Osório.

Confere aqui o episódio na íntegra:

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Financiamento coletivo do novo CD do Thiago Ramil está no ar até 15 de junho


Thiago Ramil Magalhães está produzindo seu segundo CD, que deverá se chamar "Em Frente" ! Acompanham ele nesse novo trabalho os seguintes músicos: Gutcha Ramil (percussões/violinos/vocais), Andressa Ferreira (percussões), Guilherme Ceron (Baixo), Lorenzo Flach (Guitarra), Pedro Petracco (Bateria) e Felipe Zancanaro (percussões/efeitos).
Como participações especiais tem ainda Duda BrackPaola Kirst , Apanhador Só, Lucas Fê e Fabricio Gambogi.
O Thiago lançou seu disco de estreia Leve Embora em 2015, que lhe rendeu indicação ao Grammy Latino na categoria "melhor álbum pop da língua portuguesa" e a conquista de dois troféus Açorianos nas categorias "Melhor Intérprete Pop" e "artista revelação". 

Esta postagem relembra a época em que eu trabalhava na FM Cultura - 107.7 e tinha uma parceria muito legal com o repórter Eduardo Dable Osorio, em que produzíamos várias matérias sobre financiamento coletivo, de artistas buscando apoio para lançar seus novos trabalhos. Sigo por aqui divulgando alguns trabalhos que estão em busca de apoio ! 
Para conhecer e apoiar o projeto, entre no link abaixo !





quinta-feira, 17 de maio de 2018

50 anos do álbum Tuca no canal Musicatessen, produzido por Eduardo Osório

Segundo vídeo do canal Musicatessen, projeto idealizado e produzido pelo Eduardo Dable Osorio:
Trata-se do trabalho da cantora e compositora paulista Tuca: o autointitulado disco de 68 representa uma transição na carreira dela. Com composições próprias e interpretações de outros artistas, o álbum é raridade hoje em dia e se tornou um item de colecionador.


Ouça o comentário na íntegra aqui nesse link:
https://www.youtube.com/watch?v=YT7VvKH49D0

Ouça aqui a faixa Seresta: 
https://www.youtube.com/watch?v=glLJakJ8S_o


quarta-feira, 16 de maio de 2018

Financiamento coletivo do CD Sentido, novo trabalho do bandolinista Luis Barcelos !

Quando eu trabalhava na FM Cultura - 107.7, rolava uma parceria muito legal com o repórter Eduardo Dable Osorio: produzíamos várias matérias sobre financiamento coletivo, de artistas buscando apoio para lançar seus novos trabalhos. Depois do golpe, deu uma encolhida nesse mercado, mas parece que agora estamos devagarinho retomando o ritmo anterior. Vou divulgar aqui alguns destes trabalhos, a partir de hoje.

Vamos começar com o novo cd do bandolinista e compositor Luis Barcelos, intitulado SENTIDO !
O Luizinho é um dos grandes bandolinistas brasileiros da atualidade. Gaúcho radicado no Rio de Janeiro, ele apresentou-se em diversos países como França, Portugal, Espanha, Inglaterra, EUA, México, Uruguai e por todo o Brasil, ao lado de artistas como Yamandu Costa, Roberta Sá, Zelia Duncan, Hermínio Bello de Carvalho, Pedro Miranda, Dona Ivone Lara, Áurea Martins e Pery Ribeiro. Também gravou com o Clube do Choro de Porto Alegre.

Para conhecer e apoiar o projeto, entre no link abaixo !
https://benfeitoria.com/luisbarcelos

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Musicatessen, novo canal no youtube do repórter Eduardo Osório, estreia com disco de Johnny Cash

Baita projeto do Eduardo Dable Osorio, meu ex-colega de FM Cultura - 107.7 ! É o Musicatessen, que reúne um canal no youtube e uma página no facebook, trazendo uma vez por semana uma reportagem especial falando sobre um disco importante, normalmente, completando 50 anos de lançamento, mas trazendo também aqueles mais moderninhos e alguns mais antigos. Ele traz as histórias, as curiosidades e as informações sobre estes álbuns, num trabalho de pesquisa de fôlego.

O Edu dá seguimento ao trabalho que ele fazia na rádio pública dos gaúchos, onde ao longo de dois anos apresentou 93 reportagens especiais sobre a música do Brasil e do mundo no quadro Cultura e Arte.

O primeiro episódio traz um comentário especial sobre o LP At Folsom Prison, do Johnny Cash, que completa 50 anos de seu lançamento agora no mês de maio.

Entra lá no youtube e te inscreve na página e depois dá uma curtida na página do facebook ! Vale a pena !